Mensagens populares

Seguidores

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Famalicenses Ilustres - José de Azevedo e Meneses


JOSÉ DE AZEVEDO E MENESES
Vila Nova de Famalicão
José de Azevedo e Menezes Cardoso Barreto, nasceu a 22 de Outubro de 1849 e faleceu a 12 de Setembro de 1938.
Sempre referido e mencionado apenas como José de Azevedo e Menezes, sabe-se que "foi juiz de direito substituto em Vila Nova de Famalicão. Foi provedor do Hospital S. João de Deus de Vila Nova de Famalicão, de 8 de Julho de 1880 a 10 de Julho de 1882"(66).
Foi um dos fundadores do jornal «A Palavra» e o cargo mais importante que desempenhou foi o de Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão nos anos compreendidos entre 1896 a 1898.
Sobre José de Azevedo e Menezes, senhor da casa do Vinhal, o semanário «Estrella do Minho» fazia várias referências, era um dos homens mais importantes de Famalicão, assim como dos mais ricos.
"Em 1900 José de Azevedo e Menezes era um dos três maiores proprietários da Vila" (67), era natural de Famalicão e morava na Casa do Vinhal como já foi atrás mencionado, devo portanto falar do seu belo solar e como ele foi descrito por Pinho Leal em 1890.
"A casa e quinta do Vinhal demoravam em terreno mimoso e fértil e em sítio muito vistoso e pitoresco, cerca de um kilometro a oeste de Vila Nova de Famalicão e no termo da paro chia desta Villa. Foram modernamente restaurados e muito alindados pelo seu actual possuidor e representante, o Sr. José de Azevedo e Menezes Cardoso Barreto... o palacete domina um extenso lanço da via férrea, que passa em plano um pouco inferior a 50 metros de distância, metendo-se de permeio os jardins, tem amplas vistas sobre a villa e seus formosos arrabaldes, o que tudo torna hoje esta vivenda uma das primeiras do Minho.
Tem o palacete uma linda capela brasonada" (68). O que aqui foi descrito por Pinho Leal, é o que hoje cem anos depois se pode ver, um magnifico solar com um belo jardim na frente e de onde se pode ver toda a cidade de Famalicão.
Quanto a notícias de José de Azevedo e Menezes no jornal local, são notícias referentes à ida para férias, vinda de férias e festas na casa do Vinhal.
Geralmente o Sr. José de Azevedo e Menezes ia passar as suas férias para a praia de Vila do Conde.
Assim como outras personalidades de Famalicão, José de Azevedo e Menezes era muito elogiado no jornal da sua terra, e um bom exemplo disso é a nota que a seguir vou citar:
"Foi agraciado pela Santa Sé com a comenda de S. Gregório Magno o Exmo. Sr. José de Azevedo e Menezes Cardoso Barreto, da Casa do Vinhal, desta Villa. A alta distinção pontifícia não podia realmente ser concedida a quem melhor tenha jus ao prémio justíssimo aos seus merecimentos.
Carácter íntegro de virtudes e civismo, intelligencia robusta, illustradissima, honra e orgulha o Sr. José de Azevedo e Menezes a terra onde nasceu" (69). É sem dúvida mais uma das grandes figuras ilustres que habitaram a região Famalicense. (*)
_________
(66) CARVALHO, Vasco de - Aspectos de Vila Nova, V. N. de Famalicão, Tip. Central, 1956, p.56.
(67) SILVA, José Casimiro da, Vila Nova de Famalicão e seu Termo, Famalicão, 1968.
(68) LEAL, Pinho-Portugal Antigo e Moderno, Dicionário...,Liv.Ed.Tavares Cardoso e Irmão, Lsboa-1890, vol12, p.1512.
(69) in Estrella do Minho - Famalicão, 8/Mai/1904, "José de Menezes", p.2.
(*)CARNEIRO, Eduardo Manuel Santos (1997) -"Actividades Sócio-Culturais, Comerciais e Personalidades de V. N. Famalicão no início do século XX", Boletim Cultural nº 14, V. N. Famalicão, 1997.

http://www.eduardocarneiro.blog.com/
&

5 comentários:

Anónimo disse...

Muito me orgulha este blog que trata de Famalicão e suas personalidades.
Pessoalmente sinto-me honrada. Muito obrigado. Gostaria apenas de dar uma pequena nota: José de Azevedo e Meneses é o autor de um livro intitulado "Ninharias".

ecfamalic disse...

Correcto, "Ninharias",publicado em 1911, Tipografia Minerva de Pinto de Sousa & irmão (Famalicão)
Muito obrigado pela visita e comentário ao post.
Cumprimentos
Eduardo Santos Carneiro

ADI disse...

Professor:
Estivemos aqui e o seu trabalho é excelente. Continue a trabalhar sobre a História de Famalicão que nos é, ou vai ser, muito útil.
" Não se pode amar aquilo que não se conhece"... graças a si ficamos a conhecer um pouco da nossa História e a amar a nossa terra.
Abraços da Mariana, Carolina e Mãe

Nuno Meneses disse...

Fiquei emocionado com esta homenagem ao meu avô -até porque penso ser o seu único neto vivo-. Obviamente conhecia as enormes virtudes do "velho senhor do Vinhal",mas confesso desconhecia alguns dos factos citados,tendo ficado feliz por os poder acrescentar à minha cultura familiar. Tive imensa pena de não ter podido estar presente por motivo de saúde,pelo que agradeço que alguém me informe se houve alguma publicação àcerca.

Anónimo disse...

Beautiful, RickyHanson, says thanks for sharing.